Sobre a atualização do 21 de Abril

Dia 21 de Abril de 2015 o Google vai fazer uma atualização em seu mecanismo de busca que, segundo ele mesmo, vai afetar os resultados oriundos dos dispositivos móveis.

Nas redes sociais, fóruns e emails, há muitas pessoas preocupadas. Com razão. Quem fez um trabalho bom está tranquilo, colhendo as glórias do resultado. Quem ficou devendo na hora do planejamento vai continuar sem resultados tão bons assim. Há anos venho dizendo para várias plataformas, empresários, etc, a importância de adaptar seu site para que atenda os mais diversos requisitos e dispositivos e muito ouvi coisas do tipo “vamos deixar para outro momento”, “agora não é nosso foco”, “vamos pensar isso para outra versão” e outras coisas do tipo. Pois bem, agora muitos estão aí desesperados.

No Black Friday, data onde o consumidor tem alguns comportamentos peculiares, percebi que alguns sites tinham um acesso mobile muito superior às datas convencionais. Contudo, muitos desses mesmos sites que eu monitorei não converteram quase nada pelo mobile, afinal não tinham uma versão apropriada. Os que tinham converteram muito bem.

Pense além da busca

Mas, definitivamente, creio que, como alguns colegas de mercado disseram hoje nas redes sociais, não há motivo para pânico, visto que, como na situação do Black Friday, se você não tem uma versão adequada para um determinado dispositivo, não vai vender mesmo que esteja bem posicionado. As chances são mínimas. O que o Google quer é entregar uma boa experiência ao usuário e faz sentido entregar um site que vai se adaptar ao dispositivo utilizado.

E sério que sua única preocupação é por causa do Google? Não seja negligente com o maior interessado de todos que é o seu cliente. O Google é só uma porta de entrada. Seu site precisa estar preparado para o seu cliente, não para o Google. O Google logicamente é uma fonte, mas imagine que seu cliente pode entrar no seu site por qualquer fonte como Facebook, Acesso Direto, Links oriundos de outros, sites, etc. Se você não tiver um site preparado para atender a resolução e as particularidades do dispositivo, não vai converter por lugar nenhum.

O que devo fazer?

  • Veja se seu site é compatível com o teste mobile-friendly do Google –  há uma ferramenta muito bacana para testes e erros de versões ou adaptações no Google Webmaster Tools;
  • Não é? Então elabore um estudo de viabilidade perante sua plataforma de e-commerce ou CMS para verificar o que é possível fazer, se é possível ter um site responsivo ou uma versão mobile e qual a melhor dentre essas soluções para seu negócio. Sua plataforma não suporta nada disso? Mude de plataforma. Simples assim;
  • Trace um plano: faça uma planejamento, pense na experiência do usuário e aplique as premissas de SEO na solução escolhida – há um guia bem bacana do Google para sites mobile;
  • Antes do lançamento, faça testes até o maior nível de stress possível na maior parte dos dispositivos móveis possíveis, com navegadores, versões, etc. Acredite, você vai encontrar muita coisa para arrumar/adaptar;
  • Faça os testes de mobile-friendly na ferramenta do Google e vá corrigindo os problemas que forem aparecendo;
  • Depois do lançamento do novo site (no caso de um site responsivo) ou da versão mobile, faça um projeto de melhoria contínua. Ouça feedback dos clientes, olhe para os números e faça as melhorias necessárias.

Uma dica extra: assista aos programas do DigitalBurnout (programa semanal, onde sou um dos participantes) sobre mobile. A seguir, 2 programas!

This entry was posted in Geral, Novidades, SEO. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *