Redes sociais e e-commerce pautam o segundo dia da 3ª FEBRAVAR

Na última quinta-feira (9), estivemos presentes na 3ª FEBRAVAR (Feira Brasileira do Varejo). Neste dia, que reuniu palestras, workshops, painéis, e mesa-redonda, a pauta principal foi “E-commerce e Redes Sociais”. Por ser um assunto extremamente atual e pertinente para o mundo dos negócios, preparamos um post com as principais ideias apresentadas na palestra “Novas tecnologias aplicadas aos negócios” e na mesa-redonda “Redes Sociais: o que muda nos próximos anos?”.

Em um primeiro momento, a CIO da Vip-Systems Tecnologia e Inovação e idealizadora da primeira Loja Inteligente da América Latina, Dra. Regiane Relva Romano, palestrou sobre “Novas tecnologias aplicadas aos negócios”. Segundo Regiane, os negócios têm que focar nas pessoas, pois assim como elas são o mercado, também são os clientes. “Se você quer ter sucesso, foque nas pessoas, porque os negócios não tomam decisões, não vendem produtos e não criam relacionamento. Reveja seus processos e suporte tudo isso com a tecnologia. A tecnologia é meio e não fim”, comentou.

Regiane também comentou a importância de conhecer profundamente seu próprio negócio, ter seus produtos organizados e manter uma aparência impecável. “Precisamos encantar e fidelizar o cliente e algumas ferramentas tecnológicas ajudam nisso, como a biometria facial. Ele quer ser reconhecido no meio da multidão. E, ao mesmo tempo, quer que seja transparente e que adivinhe o que precisa”, destacou. “O estabelecimento é um ponto de encontro, relacionamento e experiência e, por isso, o negócio tem que trazer entretenimento para dentro da loja”, completou. Apesar de o consumidor querer tudo, como velocidade, informação, opções, variedades e mobilidade, quanto mais simples, melhor. “Se o consumidor demorar mais de meio segundo para entender, a inovação não funcionou. É preciso ser simples”, finalizou.

Após a palestra, aconteceu a mesa-redonda sobre “Redes Sociais: o que muda nos próximos anos?”, que foi mediada pela Diretora-presidente do Badesul, Susana Kakuta. Como debatedores, estiveram presentes o Sales Partner na PmWeb Marketing Cloud Services, Augusto Rocha; o Gestor de Varejo do Google for Work, Maurice Mello; e o diretor de Marketing e Produtos dos Jornais do Grupo RBS, Marcelo Leite. Segundo eles, cerca de 100 milhões de brasileiros usam a internet e 50 milhões já fizeram compras online. Por isso, é preciso manter um relacionamento e a uma interação transparente com os clientes.

Segundo Marcelo Leite, “sem interação você perde audiência e cliente. Por isso, é importante criar uma linguagem e conteúdo que faça com que o consumidor lembre da sua loja na hora que for adquirir algum produto”. No debate, também teve destaque a ideia de que a relação virtual com o consumidor deve ser personalizada e deve-se pensar nele como alguém único. Segundo eles, o consumidor cobra essa atitude, que virou uma prerrogativa. O ativo principal das lojas são os dados que elas têm do seu consumidor e, atender uma ligação pelo nome, por exemplo, já é um grande diferencial. Para Augusto Rocha, “o tratamento deve ser customizado e, por isso, é importante responder comentários e mensagens quase que instantaneamente”.

Para Susana, “apesar de toda a tecnologia, as pessoas seguem no centro de tudo e há a necessidade de os dois mundos se aproximarem. As pessoas são muito importantes dos dois lados, pois são a equipe e o consumidor e a confiabilidade está no centro”. Segundo os debatedores, é importante escolher o perfil correto de pessoas para pertencer à equipe, pois o consumidor deposita uma grande expectativa ao contatar a loja. É preciso que o vendedor ouça e opine de verdade e goste do contato com o cliente.

This entry was posted in Eventos, Novidades. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *