Comecei a Fazer Inbound Na Minha Empresa, Veja O Que Aconteceu!

Inbound Marketing

Imagine ter uma estratégia que lhe dê um rendimento maior, com um custo por aquisição menor, e que quanto mais tempo passar maior é o resultado? Parece utopia né? Mas na verdade isso se chama Inbound Marketing! Vamos te explicar melhor 😉

O Inbound Marketing basicamente possui como alicerce atrair o interesse das pessoas. Desenvolvendo uma jornada de compra, construindo um relacionamento com o cliente potencial. Esse tipo de marketing não visa simplesmente vender um produto e serviço, mas criar valor para o negócio.

O consumidor atual:

O consumidor não é mais o mesmo. Ele possui maior acesso à informação, através das redes sociais, blogs, vídeos, e tudo mais que a internet proporciona, o que o tornou mais exigente. Segundo o Ibope Media, 92% de clientes em potencial, usam a internet para fazer mais pesquisas, ler, e estudar bastante antes de fazer uma compra ou contratar um serviço. Por isso, as empresas devem compreender a jornada de compra desse cliente, e direcionar ações específicas em todo esse processo.

Uma estratégia de Inbound Marketing bem elaborada e executada, tem o poder de gerar leads, transformar leads em clientes, e tornar os clientes em defensores da marca. O sucesso dessa estratégia depende de três fatores: o lugar, o tempo, e o conteúdo. Entregar ao seu lead o conteúdo que ele quer, no momento que ele precisa, no canal que ele está é muito mais eficiente do que “bombardear” de propaganda, e-mails, anúncios e conteúdos desinteressantes.

Como é a metodologia de Inbound Marketing?

É uma metodologia focada no resultado! São ações desenvolvidas ao longo do funil de vendas, utilizando a comunicação como um processo bilateral entre a empresa e o cliente. Além disso, o mercado passa a perceber valor no seu serviço, pois a entrega de conteúdo relevante provando a expertise da sua empresa. Assim, a venda ocorre de maneira natural, através do interesse que é gerado no lead.  
As etapas para construir esse processo são: atrair, converter, relacionar, fechar e analisar. Vamos te explicar como funcionam cada uma delas:

Atrair:

Como o próprio nome já diz, nessa etapa o foco é atrair o visitante, gerando tráfego para os canais digitais da empresa.  Mas tome cuidado, é importante atrair somente os visitantes que realmente podem se tornar leads e futuros clientes. Por isso, a primeira coisa a se fazer é gerar um tráfego qualificado. Isso pode ser feito através de um estudo de personas, mapeando suas principais características e estudando quais os meios de chamar a atenção delas. Essa etapa resulta no aumento do número de visitas ao seu site. Canais para isso:

  • Blog: com ele você vai criar conteúdos de qualidade, direcionados às personas criadas. Tirando dúvidas, educando e conquistando o respeito de seus futuros leads;
  • Redes Sociais: primeiramente você precisa entender em, quais redes o seu público está, assim é possível interagir com o conteúdo correto em cada canal;
  • SEO: é essencial para a estratégia de Inbound. Através da indexação de palavras-chave, o seu prospect poderá encontrar seu conteúdo, produtos e serviços;

Converter:

A partir do momento que você tem um número maior de visitas no seu site, é a hora de transformar esses visitantes em leads. Para isso você precisa conseguir alguns dados, como nome e e-mail, e em troca disso você pode oferecer e-books, vídeo aulas, consultorias, entre outros materiais sobre o assunto de interesse do visitante. Você pode utilizar os Call-to-action, botões que indicam algumas direções ao visitante, seja para baixar um e-book, participar de uma aula ou agendar uma consultoria. Após clicar no call-to-action, o visitante é direcionado para uma landing page. Lá, ele fornecerá suas informações de contato através de um formulário. O resultado desta etapa é o aumento do número de leads.

Relacionar:

Com as informações sobre o lead obtidas na etapa anterior, a empresa poderá constituir um relacionamento com ele. E assim, enviar conteúdos relevantes através de e-mails, mostrando o valor do serviço ou produto oferecido. Você deve nutrir de informações esse lead, conduzindo ele até o momento ideal para uma abordagem comercial.

Fechar:

Após a etapa de relacionamento, você deve apresentar ao time comercial todos os dados sobre aquele lead, como seus interesses, contato, histórico de navegação e tudo que possa auxiliar no processo de fechamento. Assim a equipe comercial pode fazer uma abordagem mais certeira e eficaz.

Analisar:

É o momento de verificar se a estratégia está dando resultado ou não. Você pode utilizar algumas métricas para fazer essa mensuração, são elas:

  • Custo por lead: com ele é possível saber qual o valor de cada Lead gerado. Basta dividir a quantidade investida com o trabalho de Marketing Digital (seja por valor das horas na produção de conteúdo, e até mesmo anúncios em redes sociais) pelo número de Leads gerados;
  • Custo por aquisição: o fator a ser considerado neste caso, é o número de vendas efetivas, divididas pelo valor que foi investido;
  • ROI: muito conhecido, o retorno sobre investimento, é utilizado para mensurar o resultado obtido com a campanha. O cálculo é simples, basta pegar o valor total de ganho obtido e diminuir pelo valor de investimento.

Qual a diferença do Inbound Marketing para o marketing tradicional?

Com a utilização do Inbound Marketing, o cliente é atraído e ele mesmo vai atrás dos produtos da empresa. Já nas ações de marketing tradicional, a empresa que vai de encontro ao cliente para ofertar seus produtos e serviços.

Custo-benefícios:

Com o marketing tradicional, a tendência é fazer investimentos em muitos canais, como: TV, Rádio, Propagandas, Outdoor, Busdoor, entre outros. O custo acaba sendo alto, a mensuração de resultados mais complicada. O fator tempo é um ônus. Isso acontece pois, no momento que se pára de investir nesses canais, a busca pelos produtos e serviços diminui.

Em contrapartida, o Inbound Marketing possui um ótimo custo-benefício, afinal o investimento em produção de conteúdo e mídia é muito inferior ao do marketing tradicional. Além disso, para o Inbound o fator tempo é um bônus! Isso ocorre porque todas as estratégias funcionam como um ativo, que continua gerando resultados mesmo após o término do investimento.

Aplicar Inbound Marketing em sua empresa, além de atrair mais visitantes, gerar leads qualificados com menor custo, potencializar o processo de vendas, e mensurar com maior precisão; também transforma seus clientes de divulgadores da marca. Muitas possibilidades não é mesmo?


Quer começar o Inbound Marketing em sua empresa e ainda não sabe como? Contate a Whip que te auxiliaremos 😉

This entry was posted in Geral. Bookmark the permalink.