5 dicas para não errar na hora de contratar uma agência

Entra ano, sai ano, você avalia que é necessário contratar uma agência para administrar a presença de sua marca, mas sempre adia a decisão? Enquanto você fica paralisado, a concorrência mostra as garras e ganha terreno em cima de você. O que está esperando?
Contratar uma agência que o ajude a pensar estrategicamente e a planejar ações que possam impactar a sua audiência é um imperativo no mundo dos negócios. Afinal, centralizar tudo não é uma boa ideia, e contratar um time interno vai demandar muito mais esforço e tempo até que os resultados apareçam.

Nós sabemos o que pode estar adiando essa tomada de decisão: as dúvidas que surgem na hora de contratar uma boa agência. Quais requisitos devo levar em conta? O que efetivamente eu preciso avaliar? Para ajudar você nessa busca, destacamos as dúvidas mais comuns das empresas nessas horas e apresentamos algumas dicas para você fazer a melhor escolha. Vem com a gente:

#1 – Contratar uma agência que faça tudo ou uma agência especializada?
Especialização é a bola da vez. Integrar tudo em uma só agência para que ela responda a diferentes demandas pode ser um tiro no pé. Avalie melhor, faça um levantamento das necessidades e contrate agências especializadas no que elas fazem bem.

#2 – Como integrar minha equipe de marketing aos profissionais da agência?
A partir do momento em que o contrato entre as partes é firmado, as equipes precisam estar alinhadas. Afinal, passam a formar uma grande equipe com um mesmo objetivo. Para esse alinhamento, é essencial reuniões periódicas e o mais importante: definir as atribuições de cada profissional envolvido com o projeto. Os processos precisam fluir e as responsabilidades de cada parte devem estar bem definidas.

#3 – Como saber se a agência é qualificada para o trabalho que eu busco?
Peça referências durante a conversa de negociação. Avalie trabalhos que a agência tenha realizado e veja a qualidade da entrega. Também questione sobre os resultados alcançados com os projetos desenvolvidos. Peça também para conhecer os profissionais que integram o time de colaboradores e a formação/experiência de cada um.

Certificações são importantes também. Não que elas sozinhas possam expor a competência da agência e seus funcionários, mas certamente, no mínimo houve um esforço de estudo e exigências para que ela fosse certificada. Um selo de Google Partner, por exemplo, exige que pelo menos um funcionário tenha passado em duas provas do Google.

Outro item interessante para a contratação é avaliar se a agência faz parte de alguma associação ou entidade de classe. A whip, por exemplo, é associada da ABRADIRS, o que possibilita sempre participarmos de discussões importantes relacionadas ao mercado, novidades, inovações e eventos relacionados ao nicho digital.

#4 – Quais serviços devo contratar?
Bem, isso vai depender muito do propósito de seu investimento. O que é mais relevante para o seu negócio? Investir em redes sociais, fazer um uso mais agressivo dos links patrocinados ou dar preferência para a busca orgânica? Essa decisão deve ser muito bem avaliada junto às agências pretendidas. Elas podem dar o suporte necessário para você obter o melhor retorno sobre o investimento feito e indicar as melhores soluções para o seu negócio. Um atendimento sênior vai ajudá-lo com isso e também com análises preditivas para a estimativa de resultados perante o investimento e serviços contratados.

#5 – Quando e como dar o start para o projeto?
Para que uma agência possa trabalhar da melhor forma possível, o primeiro passo é que ela conheça bem o negócio do cliente. O briefing é essencial para que, num primeiro momento, os profissionais da agência tenham uma visão macro do novo cliente. É por meio dele que os núcleos de trabalho podem consumir mais informações sobre o cliente e entender as características e também necessidades da empresa. Isso pode ser feito em reuniões de Kick Off, com o objetivo de esclarecer dúvidas, pensar conjuntamente sobre o projeto e também definir para qual público a comunicação será direcionada. A reunião de Kick Off tem esse propósito: alinhar as expectativas de todos e definir as primeiras ações. Depois desse “start” seu atendimento deve entregar uma agenda de implementação de requisitos, com compromissos, datas de relatórios e outras informações para que você possa acompanhar a evolução da conta.

Esperamos que as dicas aqui listadas possam contribuir para que você faça a escolha mais apropriada para o seu negócio. Se precisar cotar serviços de marketing digital, fale com a whip.

This entry was posted in Clientes, Geral. Bookmark the permalink.